• 27/06/2020 - 06:42
  • Publicado por: Redação
  • Notícias

Vacina que será testada no Brasil é a “melhor candidata” a ter sucesso contra coronavírus, diz cientista da OMS

Vacina que será testada no Brasil é a “melhor candidata” a ter sucesso contra coronavírus, diz cientista da OMS

De acordo com o Grupo Fleury, a maioria dos brasileiros selecionados será de profissionais da área de saúde, homens e mulheres entre 18 e 55 anos. Eles serão divididos em dois grupos: um tomará a vacina e o outro será testado com a vacina-controle MenACWY, também conhecida como vacina meningocócica conjugada. Para saber a eficácia da vacina, os pesquisadores vão comparar os dois grupos: o percentual de pessoas vacinadas que não desenvolveu a doença e a proporção de indivíduos testados com a vacina-controle que acabou infectada pelo coronavírus.

Mais de US$ 30 bilhões são necessários, diz OMS

Mais de US$ 30 bilhões serão necessários para desenvolver testes, vacinas e tratamentos para o coronavírus, segundo a OMS. A iniciativa internacional ACT Accelerator, lançada no final de abril para acelerar o desenvolvimento, a produção e o acesso equitativo a novos diagnósticos, terapias e vacinas contra o novo coronavírus, exigirá US$ 31,3 bilhões nos próximos 12 meses, afirmou a agência em comunicado. Até o momento, foram prometidos US$ 3,4 bilhões.

— Portanto, são necessários US$ 27,9 bilhões adicionais, incluindo US$ 13,7 bilhões para cobrir necessidades imediatas. É um investimento que vale a pena fazer. Se não nos mobilizarmos agora, os custos humanos e as repercussões econômicas vão piorar — disse Ngozi Okonjo-Iweala, enviado especial para a iniciativa internacional, durante uma conferência de imprensa virtual.

— Embora esses números pareçam importantes, não são quando pensamos na alternativa. Se gastarmos bilhões agora, podemos evitar gastar milhares de bilhões depois. Precisamos agir agora e juntos — apontou.

Espera-se que os fundos permitam o desenvolvimento e distribuição de 500 milhões de testes e 245 milhões de tratamentos em países de baixa e média renda até meados de 2021 e 2 bilhões de doses de vacina em todo o mundo, metade dos quais em países de baixa e média renda até o final de 2021.

— Está claro que, para controlar a covid-19 e salvar vidas, precisamos de vacinas, diagnósticos e terapias eficazes, em volumes sem precedentes e em uma velocidade sem precedentes. E está claro que, como todos podem ser afetados pelo coronavírus, todos devem ter acesso a todas as ferramentas de prevenção, detecção e tratamento, e não apenas àqueles que podem pagar por elas — disse o diretor executivo da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.


Notícias mais lidas
Veja mais